sábado, 3 de abril de 2010

Páscoa


A Páscoa era celebrada muito antes da era cristã, e os mais antigos rituais de que se tem notícia surgem na cultura Celta, há cerca de seis mil anos. Representavam o redespertar da vida e da natureza, adormecida pelos meses de inverno.
Era a Deusa Oster a homenageada, tão logo acabava o Inverno e iniciava a Primavera, tempo das colheitas. A Deusa aparecia ilustrada com uma lebre (não um coelho) no colo ou aos pés, também símbolo da fertilidade e da multiplicidade da vida. Os ovos, representando a possibilidade de uma nova vida, eram ofertados à Deusa.
Todos estes símbolos aparecem nas festividades e rituais de outras culturas que celebram a Páscoa.
Páscoa quer dizer ‘passagem’, deixar a morte, as trevas, em troca de uma nova vida promissora, a ‘passagem’ através do deserto em busca da terra Prometida, a ressurreição cristã, o findar do frio e da secura do inverno, e dos invernos pessoais de todos nós.
O Importante é que a Páscoa é um tempo de lembrar nossas capacidades de renovação, reconhecendo os necessários ciclos da vida.
Feliz Páscoa a todos e a todas.
Fotografia: Ponta das Canas, Florianópolis, Santa Catarina, 2008.

Um comentário: