segunda-feira, 15 de junho de 2009

A Entrada do Barco
















Domingo e Sol. Tantos anos, tanto tempo morando no Cassino, comendo as Tainhas, mais anos de pesca por aqui, Campeche, e só agora experimento o famoso caldo de tainha. O caldo é composto por N temperos, cebola, cominho, salsa, óleo, sal, e mais algumas tainhas. Servido no prato, deve-se acrescer farinha: branca e crua, de mandioca. O meu caldo ficou menos ralo, mas o do Zezinho ficou um verdadeiro pirão. Lóquinho, eles chamam. Corrigirei se estiver equivocada.
Acima, mostro o barco entrando. Em minhas observações, parecia-me que ele entrava no mar e saía do mar. Mas sair é o contrário, é sair para o Mar. E entrar é entrar na Terra. Só sabe quem vive. Tudo nesta vida é assim, a gente que vai descobrindo meio no tardio...
Imagens do barco de Getúlio 'entrando' e no 'topo', de Zezinho comendo o caldo no rancho do Aparício. Foi no rancho do Aparício, minha estréia...