terça-feira, 8 de março de 2011

O Inigualável Mundo dos Vinhedos

Onde posso beber grandes vinhos e encontrar meus velhos amigos, rir despreocupada e depois, teor alcoólico elevando-se aos céus, rir um pouco mais, e falar das colheitas e do sol, das precipitações, dos filhos e do pai, do espírito da terra, do outono que chega, de mais um ano e das safras que bebemos juntos, das visitas, dos romances e da poesia...
Entre os vinhedos sinto-me em minha outra casa, um lugar de onde tenho que vir-me embora de vez em quando mas para onde sempre posso voltar.
Escorrego para Garibaldi, é na Estrada do Sabor que vou bater:
Com Vilmar e Salete jogamos conversa fora, e na simplicidade genial de cada nova criação, das invenções e contravenções da pequena vinícola boutique que vou me tornando uma mara-melhor.
Na fotografia, Vilmar Bettú.