sábado, 10 de janeiro de 2009

Território Palestino

Pessoas morrem e tudo é muito abstrato, sorrimos para a decisão não acatada da ONU, quase nos indignamos; vez por outra alguma fotografia invade nossos olhos - sim, sons já não nos comovem, é preciso imagens, e cada vez mais minimalistas.
Na próxima postagem, em exatos 6 minutos e 15 segundos, colocarei algo real feito pelo Kanouté, um jogador de futebol franco-malinês, para apoiar a causa palestina. Vou postar uma foto, já que a realidade depende, agora, das imagens.Ô, mundo. Vão mal as terras cristãs...
Esse blog não apóia especificamente palestinos, israelenses, nem ideologias filosófico-religiosas. É apenas uma posição contra assassinatos.

Um comentário:

  1. Esse pessoal que dirige o futebol no mundo alimenta-se da burrice, dos jogadores e da torcida. Para sobreviver, precisam manter a ignorância. Se qualquer jogador falar um monte de imbecilidades, tudo bem, mas se disser algo que se aproveite, pode ser punido. As federações de futebol deveriam protestar contra a guerra na Palestina - as federações, as confederações, a FIFA, antecipando-se aos jogadores. Mas não, são reacionários e beiram o fascismo. Dá nojo ver o que fazem os dirigentes do futebol no mundo.
    João Freire

    ResponderExcluir